Depressão: saiba os sintomas e tratamentos

Clínica Santa Helena

A depressão é uma doença psiquiátrica que causa alteração no humor, caracterizada por tristeza profunda e constante, desesperança e apatia. Existem níveis de depressão, sendo leve, moderado e grave. 

A partir do nível moderado é aconselhável um acompanhamento com psiquiatra, sendo recomendável, por um período de tempo, o uso de remédios. 

Em casos graves pode ser necessário internamento, principalmente se houve ideação suicida ou tentativa.  

A depressão provoca alterações químicas no cérebro, principalmente com relação aos neurotransmissores (serotonina, noradrenalina e dopamina), substâncias que transmitem impulsos nervosos entre as células. E, dessa forma, afetam o funcionamento do corpo. 

A maneira mais fácil de identificar a depressão é pelos sintomas, sendo os mais comuns: 

  • Tristeza profunda
  • Irritabilidade 
  • Apatia
  • Desinteresse por atividades que antes tinha prazer 
  • Alteração no apetite 
  • Alto grau de pessimismo 
  • Angústia 
  • Esquecimentos 
  • Alteração no sono (excesso ou insônia)
  • Dificuldade de concentração 
  • Alteração da libido 
  • Baixa autoestima 
  • Alteração no peso
  • Queda de imunidade 

Os sintomas de depressão podem estar presentes em alguns dias, devido a situações adversas da vida, como o luto. Se persistirem por um tempo maior do que três semanas, é aconselhável a procura por um psicólogo.

O psicólogo é o profissional responsável pelos cuidados com a mente, sentimentos e emoções. Cuidar da mente é necessário em qualquer situação da vida, principalmente quando as emoções estão alteradas, ou em momentos difíceis. Não sendo motivo de vergonha ou fraqueza buscar ajuda profissional. 

Cuidar da mente é um hábito saudável e recomendável.  

Causas  

A depressão é uma doença complexa, tendo influência de diferentes fatores. Dessa forma, não é possível apresentar causas, mas apenas fatores de influência, sendo eles:  

  • Histórico familiar 
  • Eventos traumáticos (exemplo: abuso)
  • Luto (exemplo: morte de entes queridos, perda do emprego, divórcio) 
  • Alto nível de estresse
  • Influência de medicamentos 
  • Abuso de substâncias químicas lícitas e ilícitas 

Tratamento  

A depressão, dependendo do nível, é tratada com acompanhamento psicológico e psiquiátrico. Em níveis leves, somente o tratamento com psicólogo se mostra efetivo.   

O tratamento consiste em acompanhamento semanal com o psicólogo e periódico com o psiquiatra. O paciente vai às sessões terapêuticas semanalmente, e durante o tempo determinado pelo psiquiatra, toma a medicação indicada, conforme a quantia prescrita.  

Em casos de depressão profunda acompanhada de planejamento suicida ou tentativa, é indicado a internação. Durante a internação o paciente recebe acompanhamento 24h, o que impede as tentativas de suicídio. 

A internação disponibiliza um tratamento completo, com médicos, enfermeiros, psicólogos, psiquiatras e nutricionistas. Assim, o paciente recebe tratamento físico e emocional, o que impulsiona uma recuperação completa e duradoura, evitando recaídas. 

Depressão tem cura? 

A depressão tem cura, uma vez que seja feito o tratamento com responsabilidade. A pessoa precisa ir às sessões de terapia e, se necessário, ao psiquiatra para receber a medicação adequada. 

Mesmo após a ausência dos sintomas é indicado que o tratamento psicológico permaneça, mas as sessões de terapia podem ser feitas em um espaço de tempo maior, como por exemplo, uma vez ao mês. 

A Clínica Santa Helena disponibiliza tratamento integrado, feito sob a forma de internação. Para mais informações acesse a aba “contato” do menu, ou clique no ícone do WhatsApp ao lado direito da tela.

(eBook) Conheça os mitos e as curiosidades sobre saúde mental!

Preparamos um eBook com um conteúdo exclusivo falando sobre os mitos e curiosidades sobre saúde mental